28 fevereiro 2017

Wolverine? Não, coisas do Raphael Bordallo Pinheiro

Em "Pingos nos ii", corrigindo, "Pontos nos ii"  - Portugal, 1885:


São oito páginas e um único desenho, mezzo-hq-mezzo-charge.

Inté.

Oh, o link.

Primeira HQ do Paraná é dum catalão.

O nome do cara é Narciso Figueras, que também assinava Stek.
Adalice Araújo diz que ele trabalhou, entre outros periódicos, em o Bohemio (este não consegui nada na internet), e em Entreacto:


Mas quase todas as artes não são assinadas, e penso que reconheci as inicias de J. Mill, do Valle ou do Mola (do lado esquerdo da saia do cara, as letras estão bem escondidas no sombreado):


O certo é que ele trabalhou no Quinze de Novembro (PR - 1889):


E fez essa senhora homenagem ao Quintino Bocaiuva:


Trabalhou também na Revista do Paraná (1887), onde fazia umas litografias de primeira, do mesmo naipe desta do Euphrasio Correia:


Mas quero falar mesmo é de A Galeria Illustrada (1888):



Onde o Figueras fazia belas litografias (que ele assinalva como 'autographia') "em parceria" com Raphael Bordallo Pinheiro:


E também sozinho:


Curiosidade, essa revista paranaense contava com poemas e desenhos de Raul Pompeia:


Voltando ao Figueras/Stek, ele também fazia (na Galeria Illustrada) charges/caricaturas, vejam esta e notem que o negócio de fechar escolas não é de hoje:





Repararam no título da sessão?  Gaveta do Diabo (Humor), possivelmente inspirada nesta revista fluminense de 1867:


Pois foi nesta sessão humorística que Narciso Figueras criou as primeiras (até que prove o contrário) HQs do Estado do Paraná, confiram:

Ed. 1 - 1888

Ed. 2 - 1888 (veja que o termo 'carambola' vem de longe)

Ed. 3 - 1888

Ed. 4 - 1888
 Inté


25 fevereiro 2017

Dois abanos pra aplacar esse calorão. Ou dois leques, como queiram.

Fuçando pela BN...

Primeiro o do J. Mill:

J. Mill - Bazar Volante
Janeiro de 1864 - Bazar Volanate
Agora o do Raul:

Raul Pederneiras - O Malho
1903
Segue umas HQs do J. Mill (em Bazar Volante) e o do Raul (em O Malho):

J. Mill - Bazar Volante
1865
J. Mill - Bazar Volante
Crônica-sátira de 1866
J. Mill - Bazar Volante
Crônica-sátira de 1866
J. Mill - Bazar Volante
Dilema de 1866 - ainda atual

Raul - O Malho
1903
Raul e Klixto - O Malho
1903 - sátira ao Salão de Aquarelistas - em parceria com o Klixto


23 fevereiro 2017

Três revistas infantis, um artista. Uma revista infantil, vários feras.

O Benjamin Rabier fez escola e influenciou muita gente, inclusive Hergé.
E estava presente em pelo menos três revistas infantis do início do século XX.

Benjamin Rabier
1903 - La Jeunesse Illustrée
Benjamin Rabier
1908 - O Pica Pau
O Pica Pau
Bem rara esta revista, quase nada na internet
Benjamin Rabier
1906 - O Tico-Tico
E por falar em O Tico-Tico, de brinde uma ruma de artistas daquele ícone dos quadrinhos brasucas:

Oswaldo Storni, Yantok, Luis Sá, Paulo Affonso
1942

J. Carlos, Thiré, Alfredo Storni, Théo
1942
E não dá pra falar em O Tico-Tico sem mencionar O Malho.  Algo me diz que esta arte do Agostini pra capa da revista,

O Tico-Tico

Foi inspirada pela arte do Alfredo Candido:

O Malho - Alfredo Candido

Inté.

22 fevereiro 2017

Fundou revistas illustradas em SP e no RJ - entre elas "Vida Fluminense". Foi à Paris. Criou pelo menos duas HQs em série. Se pensou Angelo Agostini, errou.

Antigamente (no meu tempo de escola, na 7ª série que hoje é chamada de 8º ano, com o grande professor Batista de Comunicação e Expressão, um cara que vivia fumando cigarro com "bombom pip" - é assim em piauiês castiço que se fala "bala páiper" ou "pipper"), continuando, antigamente quando o professor Batista queria que a gente explicasse uma questão por completo, tim-tim por tim-tim, ele dizia:  "Me respondam com todos os ff e rr, pingos no ii, tt cortados e cedilhas nos cc!".

Bom, eu estava passeando pelo arquivo público de SP quando vi esse título:

FF e RR

Então disse, aí tem coisa!

E tem essa caprichada HQ (uma série que infelizmente deve ter se perdido pois só há um único exemplar online, o do capítlo 1):

D. Caralampio - FF e RR - Teixeira da Rocha
Ed 1 - 1890
Assinada e protagonizada por um certo D. Caralampio.
E o cara fazia retratos e também charges:

D. Caralampio - FF e RR - Teixeira da Rocha

Réxitég-angústia, não tinha mais nada na internet desse tal D. Caralampio, parti pra busca cruzada.
Me veio essa excelente pista, o cara tinha nome:  T. da Rocha.
Aí fui refinando a busca e cheguei por aqui.  Alagoano o cara.  E olhando as figuras no blog supra linkado vi que o traço (aliás, excelente traço) era o mesmo.  Mas a confirmação mesmo veio aqui.
Ele, Manoel Teixeira da Rocha, alagoano, vulgo D. Caralampio, fundou (ajudou a fundar) FF e RR e Vida Fluminense (não confudir com A Vida Fluminense - do Agostini).
Em Vida Fluminense, no ano de 1889, ele criou uma HQ em série, "Aventuras de Willian Schocking" - em cinco pranchas:

Vida Fluminense - Teixeira da Rocha
Ed. 2

Vida Fluminense - Teixeira da Rocha
Ed. 3

Vida Fluminense - Teixeira da Rocha
Ed. 5

Vida Fluminense - Teixeira da Rocha
Ed. 7

Vida Fluminense - Teixeira da Rocha
Ed. 8

 Vida Fluminense, de Teixeira da Rocha & Cia. talvez foi o primeiro periódico não oficial a desenhar nossa bandeira (em 24 de novembro de 1889, poucos dias após oficializada):


E também, possivelmente, o primeiro periódico com "caderno de esportes" que traziam um pouco de graça pra notícias do turfe:

Teixeira da Rocha

Em uma oportunidade o desenho foi feito por Valle (que terá um post tb):

Vida Fluminense - Valle
Mas o T.R. se sobressaía:

Teixeira da Rocha
Vejam que até na chamada para o caderno de esportes ele aproveitava pra fazer uma HQ!
E nos presenteou com essa saborosa HQ em silhueta de um dos temas (furto em pescaria) onde até Benjamim Rabier navegou, mas muito antes do françẽs, e quero crer que uma das primeiras com esse leitmotiv:

Teixeira da Rocha - Vida Fluminense - 1889
Ed. 8

E tem mais:

Teixeira da Rocha
Ed. 20 - 1890

E essa que não está assinada, mas arrisco dizer que era dele.  Atente pro detalhe que ele tira onda com o diretor da revista, o sr. Henrique Steppler:

Teixeira da Rocha
Ed. 20 - 1890
O cara desenhava pra caramba (só):

Teixeira da Rocha
Ed. 13
E tinha um parceiro, creio que Oscar Pereira da Silva:

Oscar P. - Vida Fluminense

Com o qual fez essa HQ se autoretratando:

Oscar P. e Teixeira da Rocha
Ed. 21 - 1890
 E pra finalizar, mas não é por falta de HQ, essa pintura de uma pintura, em parceria com Arthur Lucas (deduzo pelo 'L' estilizado que lembra um 'x'):

Teixeira da Rocha e Arthur Lucas
Ed. 25 - 1890
P.S.:  não encontrei mensão à Teixeira da Rocha em nenhum dos três livros brasileiros de HQs, os únicos da minha estante.